Documento sem título
QUEM SOMOS
Conheça a ONG
Bicho Legal
 
NOTÍCIAS
Artigos e curiosidades
 
SERVIÇOS
Como podemos ajudar
 
SAÚDE ANIMAL
Alimentação, vacinação, primeiros socorros...
 
MAUS TRATOS
Como agir e quem procurar
 
GUIA PRÁTICO
Acesse e conheça nosso guia
 
     
     
 
Notícia - Dicas para que os animais tenham um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo Dicas para que os animais tenham um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo

A melhor maneira de garantir ao seu animal de estimação um feliz Natal e um próspero ano novo, é mantê-lo longe das festas e na sua rotina alimentar. O costume de oferecer os restos da mesa pode resultar em sérios problemas de saúde e até levá-lo a morte.

Ossos de frango, de porco, de carneiro e caroços de frutas, especialmente de pêssego, pode causar obstruções de perfurações no intestino. Outro descuido sério é permitir a ingestão de bebidas alcoólicas. Uma pequena quantidade de cerveja, por exemplo, em muitos casos é suficiente para causar coma e morte rápida.

Para quem deseja presentear alguém com um filhote, é muito importante consultar o futuro proprietário, se ele deseja realmente ter, cuidar e se responsabilizar pelo animal. Entre os cães existem inúmeras raças, cada uma tem sua peculiaridade e isto deve ser analisado na hora da aquisição. Alguns se adaptam melhor à pessoas ativas e outras são excelentes para companhia, podendo permanecer ao lado do dono simplesmente observando-o.

A compra impulsiva de certas pessoas e a falta de orientação, associadas aos maus criadores resultam no aumento do número de animais abandonados ou sujeitos a enormes sofrimentos. Um presente muito interessante é oferecer ao amigo um animal adotado, pois agindo assim , estará dando prova que sua amizade é sincera e sem preconceito. Jamais entregue o filhote durante a festa, isto poderá gerar muita curiosidade nas pessoas presentes e um enorme pânico no indefeso animalzinho.

A chegada dos convidados para a festa pode alterar o comportamento do animal, onde mesmo os mais dóceis, podem se tornar agressivos diante de pessoas estranhas ao seu convívio. Durante esta época de festas de final-de-ano, ocorre um crescente número de incidentes com os animais domésticos, principalmente os cães e os gatos, mas é possível evitá-los, basta agir com os devidos cuidados. É aconselhável que eles fiquem em um lugar tranquilo, onde possam se sentir seguros, de preferência, tendo acesso fácil a um esconderijo.

Os fogos de artifício são responsáveis por muitos acidentes, dos mais variados tipos, principalmente com os cães. Pelo fato deles terem a audição muito aguçada, o incômodo é muito maior, podendo gerar reações agressivas.

Alguns veterinários, aconselham o uso de tampões de algodão nos ouvidos, que deverão ser colocados minutos antes e tirados logo após os fogos, assim como calmantes naturais, que proporcionam resultado bastante eficiente para os animais que apresentam mudança de comportamento.

É grande, também, o número de fugas e, consequentemente o despararecimento do animal, atropelamentos, ataques (investidas contra os próprios donos e visitas), brigas (inclusive com outros animais com os quais convivem), mutilações em grades e portões, enforcamento com as próprias coleiras, afogamentos em piscinas, quedas de andares superiores da residência, aprisionamentos indesejados em porões e em lugares de difícil acesso, além de paradas cardiorrespiratórios, etc.

Em pânico, o animal desorientando entra em desarmonia com o ambiente, e se tratando de animais de grande porte, passam a oferecer muito mais perigo para as pessoas presentes no local, principalmente as crianças. Infelizmente, durante esta época do ano, ocorre um crescente número de incidentes com os cães e gatos, mas evita-los é fácil, basta-se agir com os devidos cuidados. O dono responsável deve evitar este tipo de situação, garantindo condições de segurança para que a sua festa transcorra em perfeita harmonia, sem estressar os animais da casa. Os animais não precisam participar das festividades, pois para eles, cada dia vivido ao lado de um dono responsável, já é motivo de muita alegria.

Guarde para o animal o seu melhor momento, sua intimidade. Ele não precisa de muita gente em volta para se sentir feliz, mas de um dono consciente que saiba garantir segurança e oferecer muito carinho, para ter um Natal e um ano novo muito especial.



(Reportagem publicada em http://blogs.jovempan.uol.com.br/petrede/dicas-para-que-os-animais-tenham-um-feliz-natal-e-um-prospero-ano-novo/ em 19/12/2012 na categoria Animalivre com as tags acidentes, alimentar, ano novo, bebidas alcoólicas, cerveja, Comportamento, criadores, crianças, época, férias, festa, festas, filhote, final de ano, fogos de artifício, intestino, morte, Natal, perigo, presente, raças, rotina, Saúde, segurança, sofrimentos. Vininha F. Carvalho - Jornalista, administradora de empresas, economista e ambientalista, atuando como defensora do direito dos animais, site: http://www.animalivre.com.br)

 
Documento sem título
Copyright © 2012 - 2014
Todos os direitos reservados