Documento sem título
QUEM SOMOS
Conheça a ONG
Bicho Legal
 
NOTÍCIAS
Artigos e curiosidades
 
SERVIÇOS
Como podemos ajudar
 
SAÚDE ANIMAL
Alimentação, vacinação, primeiros socorros...
 
MAUS TRATOS
Como agir e quem procurar
 
GUIA PRÁTICO
Acesse e conheça nosso guia
 
     
     
 
A alimentação é um assunto de extrema importância na criação do seu animal de estimação. Uma dieta apropriada, fornecida de maneira regular e balanceada – rações de boa marca estão disponíveis no mercado, proporcionando aos animais uma oferta ideal de vitaminas, proteínas, gorduras, carboidratos e minerais – será fundamental para saúde e bem estar do seu bichinho.

Existem várias restrições para os alimentos preparados em casa, pois esse tipo de refeição pode prejudicar os nutrientes e seu preparo exige conhecimento adequado de nutrição, além dos cuidados essenciais para estocagem.

O local onde o animal se alimenta deve sempre estar limpo de sujeiras e parasitas, o proprietário deve dar-lhes bacias e potes para comida e água, deve lavá-los após a utilização e manter separados dos utensílios da família; e ainda, cuidar para fornecer somente o volume de alimento necessário para que o animal se satisfaça.

Qualquer que seja a dieta que escolher para seu animal, mantenha sempre água fresca e limpa disponível.

FILHOTES

Uma alimentação correta, que atenda toda necessidade nutricional, é fundamental para o crescimento e desenvolvimento do filhote. Esses pequeninos animais somente poderão ser retirados da companhia materna quando estiverem desmamados e comendo alimentos sólidos, pois é através do leite da mãe que eles obtém os nutrientes necessários.

Quando adotar ou comprar um filhote, peça orientações para o responsável sobre a sua rotina alimentar e não se apresse em modificá-la, pois a chegada ao novo lar pode ser muito estressante, podendo ocasionar sintomas indesejáveis.

Alimento em excesso no período de crescimento pode causar obesidade, sérias consequências e deformidades ao seu animal.

CADELA PRENHE

Uma cadela prenhe requer cuidados especiais na alimentação. Alimentá-la em demasia no início gestacional pode gerar excesso de gordura e problemas no momento do parto. O útero prenhe ocupa um grande espaço no abdome e o estômago não consegue expandir tanto quanto necessário. Portanto, é aconselhável alimentá-la várias vezes ao dia, em pequenas quantidades.

Na amamentação, aumenta a necessidade por nutrientes e energia. Neste período, precisará de um suporte alimentar adequado, incluindo alimentos mais saborosos e concentrados para suprir o desgaste natural da amamentação, para garantir a produção de leite e manter seu corpo em boas condições.
 
     
Documento sem título
Copyright © 2012 - 2014
Todos os direitos reservados